Cronograma capilar para ter um cabelo perfeito!

Manter os cabelos bonitos e saudáveis é a busca de toda mulher. Existem, no entanto, diversos tratamentos e produtos disponíveis para se atingir este resultado. Dentre as rotinas de cuidados que você pode experimentar, o cronograma capilar para ter um cabelo perfeito é altamente recomendável.

Esta técnica de manutenção dos fios é baseada em três etapas que promovem a saúde capilar. São elas: nutrição, hidratação e reconstrução. O objetivo é que em cada uma seja atendida uma necessidade específica do cabelo. A duração do processo geralmente é de um mês.

Assim, com a técnica, você pode recuperar fios que se encontram danificados por fatores diversos, como procedimentos químicos, calor, poluição e exposição ao sol. Os seus cabelos sofrem por conta de algum desses fatores?

Então, vale a pena entender como cada etapa do cronograma pode beneficiar as suas madeixas. Acompanhe!

Cronograma capilar para ter um cabelo perfeito: conheça as etapas do processo

A nutrição é a etapa do cronograma responsável por proteger o cabelo de fatores que causem ressecamento, frizz e enfraquecimento. Ou seja, é aqui que os fios ásperos, secos, sem brilho ou definição, são tratados. Sua função é repor a oleosidade (lipídios) natural dos cabelos.

A hidratação muitas vezes é confundida com o processo anterior, mas o seu objetivo é outro: repor a água dos fios. Esta carência tende a deixar os cabelos sem brilho e com aparência ressecada e áspera. Quando a hidratação está em dia, por outro lado, as madeixas ficam elásticas e macias.

Por fim, temos a reconstrução. O processo é para aqueles cabelos que perderam massa e se tornaram quebradiços e finos. É o que ocorre com quem faz descoloração/coloração, alisamentos químicos, além de quem usa frequentemente chapinha e secador. Aqui trabalhamos para repor as proteínas dos fios.

Nutrição: saiba como ela é realizada

Vimos que a nutrição é responsável por repor os lipídios dos fios. Essas gorduras formam um óleo natural que protege os cabelos. Graças a elas é que eles podem apresentar maciez, elasticidade, brilho e cutículas bem alinhadas. Existem três formas de se nutrir o cabelo.

Assim, uma das mais comuns é o uso de máscaras nutritivas. Elas trazem em sua composição óleos e manteigas capazes de repor o que o cabelo perdeu. Basta deixá-las agindo entre dois e cinco minutos durante o banho.

Entretanto, uma alternativa para realizar esta etapa do Cronograma capilar é passar óleos essenciais.

Estes produtos, sempre de origem vegetal, devem ser aplicados no cabelo antes da lavagem. Os óleos devem ser deixados agindo por 30 minutos antes de serem removidos. A última opção é a umectação noturna, que pode ser feita com óleos ou manteigas/maioneses. Neste caso, o produto age durante a noite e é enxaguado no dia seguinte.

Hidratação: como fazer?

A hidratação é um dos tratamentos mais conhecidos para melhorar a aparência dos cabelos. Através dela, repomos água e alguns nutrientes essenciais para a saúde dos fios. Como eles ficam mais maleáveis, este cuidado acaba evitando a sua quebra também. Mas como incluir este processo no cronograma capilar?

O ideal é procurar por ativos que tenham alto potencial hidrante. Um bom exemplo é o D-Pantenol – uma substância que leva a uma hidratação profunda e prolongada. De quebra, você ganha maciez e brilho. Entre os óleos um bom aliado é o de coco extravirgem, que possui ácidos graxos e vitamina D.

Nesse sentido, também podem ser utilizadas manteigas, como a de oliva. Os seus efeitos são bem similares aos do D-Pantenol, mantendo os cabelos hidratados por longo tempo. Outro ativo bem conhecido para este fim é a Aloe Vera – a popular babosa. Além de hidratar, ela possui ação antioxidante, regenerando os fios e evitando a sua queda.

Reconstrução: a etapa mais potente

Nesta etapa do cronograma capilar tratamos daqueles cabelos que se tornaram finos, porosos e quebradiços. Entre as proteínas que repomos neste momento está a queratina, substância que compõe 90% dos nossos fios. Além de fortalecê-los, ela evita que percam água.

Dessa forma, quando aplicada em forma de tratamento ela tem a capacidade de reconstruir a fibra danificada. Por conta disto, a reconstrução é a etapa mais intensa do cronograma. Recomenda-se que ela seja aplicada para sanar necessidades reais do cabelo. Quando estes se encontram muito danificados, o processo pode ocorrer a cada 15 dias.

São casos muito particulares, onde boa parte da massa capilar foi perdida, o que demanda uma reposição potente. Se não for esta a sua situação, então não é necessário investir tanto nessa etapa. O ideal, então, é que ela seja realizada a cada 30 dias.

Dicas e testes para o seu cronograma

Para que o tratamento traga os resultados esperados, é fundamental que você conheça o próprio cabelo. Pois como vimos, o processo é focado em oferecer aquilo de que os fios mais necessitam. Aspereza, ressecamento e porosidade, costumam indicar que a hidratação merece um tempo maior. Falta de brilho e frizz?

É mais provável que o cabelo esteja necessitando de uma boa nutrição. Expõs os seus fios às químicas ou calor e percebeu eles quebradiços e finos? O seu foco estará na reconstrução. Para descobrir as etapas mais importantes no seu cronograma capilar, existe um pequeno truque. Basta fazer um teste de porosidade.

Ele funciona da seguinte maneira: encha um copo ou recipiente transparente com água. Em seguida, coloque um dos seus fios sobre o líquido. Se ele afundar, é porque está muito poroso e demanda reconstrução. Se ele boiar, por outro lado, a necessidade é de hidratação. O fio não boia, nem afunda por completo? Nutrição é a resposta.

Quando terminar o cronograma capilar? O processo é indicado para qualquer tipo de cabelo? Descubra!

Depois de definir o que o seu cabelo precisa, intercale as etapas descritas anteriormente. Se ele precisa de hidratação, por exemplo, será este o passo inicial. Ele será intercalado depois pelas outras etapas – lembrando que a nutrição ocorrerá apenas uma ou duas vezes neste processo.

Conforme havíamos dito na introdução, todo o ciclo do cronograma capilar dura um mês. Ao finalizar a primeira semana, você já vai sentir os resultados iniciais. É apenas ao fim das quatro, porém, que o processo estará fechado, trazendo efeitos duradouros.

O melhor de tudo é que esta rotina pode ser seguida por qualquer pessoa, independente da curvatura do fio de cabelo. Portanto, vale para cacheadas, lisas, onduladas e crespas! O que importa é você conhecer os pontos onde o seu está mais vulnerável para montar o cronograma. Depois, basta segui-lo rigorosamente até o fim.

Gostou de saber mais sobre o cronograma capilar para ter um cabelo perfeito? Então acesse nosso blog para conferir nossas demais publicações. Aproveite e conheça o Belezap, nosso aplicativo de beleza delivery, que reúne os melhores profissionais da área.